Dra. Marcia Yamamura

Dra. Márcia YamamuraAs tradições da minha família não se restringem à medicina, visto que a acupuntura sempre esteve presente. Mesmo antes de entrar para a faculdade, em 1992, pude acompanhar os inúmeros trabalhos científicos do meu pai, Dr. Ysao Yamamura, Professor Associado Livre Docente e Chefe do Setor de Medicina Chinesa-Acupuntura do Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Para dar conta dessa tarefa que requer dedicação e empenho em período integral, enfrento os mesmos dilemas de tantas outras mulheres, que é o de ser capaz de continuar sendo mulher, mãe, e estar inserida no mercado de trabalho. Acredito na harmonia entre todas as coisas, e que cada um deva assumir seu papel, compreendendo qual é o do homem e qual é o da mulher. Esses papéis precisam ser respeitados, hierarquicamente, para não causar danos e desequilíbrios familiares. Faz parte da nossa ancestralidade.

Outro aspecto ancestral que defendo é o de sermos mães em nosso legítimo papel para que as relações com nossos filhos não resvalem o campo da perda da autoridade e da inversão de hierarquias. A criança é um reflexo da família e da própria sociedade e ocorreram inúmeras mudanças que afetaram as crianças, gerando doenças como a obesidade, hipertensão, diabetes cada vez mais precoces, cefaleias e dores articulares. Todas as doenças dos adultos estão chegando mais precocemente às crianças.

Nesse blog, vou abordar alguns conteúdos que considero de suma importância para orientar mães, pais, cuidadores, educadores, professores nos cuidados que devemos ter com as crianças para que desfrutem um crescimento saudável sob todos os aspectos.